sábado, 9 de agosto de 2008

Bacalhau na Brasa em Amarante



Neste sábado o Passeio foi até Amarante, á procura de um bacalhau na brasa, que ao que se dizia, estaria uma delícia.
Comecei por fazer a viagem de ida por Auto-estrada, mas após ter sido alertado por um colega que a A42 (à Borlix) ficava lá perto, e conhecendo o mau piso da A4 como já aqui relatei, rapidamente optei por esse trajecto.
A Auto estrada em questão, faz-se muito bem, tem pouco policiamento, piso bom, e ainda não tem muito trânsito, apesar de ser uma SCUT… ou seja, eu pago, tu pagas, nós pagamos, mesmo que nunca lá ponhâmos os pneus….
Assim, no fim da A42, entramos directamente para a A11, sentido Sul, e com o conta kilómetros a contar 50km’s entramos na A4, para só parar em Amarante.
A paisagem é muito agradável, serra, e o rio lá ao fundo para compor a tela….
O Bacalhau servido no “Paisagens de Amarante”, restaurante familiar, estava como prometido… uma delícia, acompanhado por um belo tinto verde…a penas um copo para não interferir com a viagem de regresso.
Ao sair, o termómetro da F800ST, marcava 30º, e o casaco e luvas foram para a mala… é que com tanto calor, nem mesmo com o facto do forro de inverno estar guardado, se torna mais fácil aguentar o calor, e mais para mais, a viagem de regresso iria ser a uma velocidade bem mais lenta, pois resolvi fazer a N15 até ao Porto (Rota do Romântico).
Logo no centro de Amarante, deparei-me com a estrada em terra batida, devido a obras, tendo feito o “Trilho” sem problemas de maior…
A N15 está com um piso razoável para uma sport/turística, com alguns remendos que foram facilmente digeridos pelas suspensões da F800ST. Felizmente, como é comum nesta zona, os troços são sempre em serpenteado, não havendo monotonia… as curvas têm alguma inclinação (para o interior da curva) e não há grandes motivos para nos preocuparmos, já que o raio das mesmas, é sempre semelhante, dando para manter um ritmo entre os 80 e os 100Km/h.
Uma curiosidade foi o facto de ter passado por 3 casamentos de Emigrantes…. A estrada está completamente dominada por matrículas francesas, Suíças, etc…
Outra vez, tal como sucedeu na volta ao Marco de Canaveses (à 15 dias), encontrei de novo um condutor e passageira sem capacete, desta vez, numa Yamaha Diversion…. As pessoas não têm noção do que pode acontecer com um bater de cabeça no piso a 30km/h...depois é tarde demais.
A chegada ao Porto deu-se ao fim de 50 minutos, e penso que um roteiro interessante de se fazer, é a ida para Amarante pela N15, voltando depois pelo Marco de Canaveses, directo a Entre-os-rios, e finalmente o Porto…. Pode ser que o faça um dia destes…
Itinerário Percorrido Porto-Amarante-Porto:
Ida:
Saída do Porto, directo à A3
Saída para A42 direcção a Paços de Ferreira/Lousada
Continuação até à A11, directo a Marco Canaveses/Porto
Saí da em Marco de Canaveses para a A4 até Amarante.
Regresso:
Centro de Amarante, directo à N15, direcção à Lixa
Passando na Lixa, Penafiel, Paredes, Mouriz, Valongo,
Chegada ao porto, perto do Parque Nascente.




Notas:
O Motoclube do porto está a organizar o País deKarta… 500km só de condução… mais informações em… http://www.motoclubedoporto.pt/v2/default.htm, infelizmente estarei de férias nessa altura e não poderei participar, mas a ideia é convidativa.


Em Setembro irei à festa do leitão à Bairrada em Águeda…. Aceito acompanhantes para a Viagem e degustação! (mais detalhes brevemente).

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Acidentes, A4, e as motos.....



Li com alguma perplexidade (ou nem por isso.... já me começo a habituar...) uma notícia de hoje no JN, em que um responsável da GNR, alegadamente atribuía o elevado n.º de mortes verificado nos últimos tempos, às MOTAS.... é que, mais uma vez alegadamente, teria visto pelo menos dois ou mais acidentes com estes veículos, e apesar de não ter dados estatísticos... essa era na sua opinião, a razão primordial do aumento dos acidentes mortais nas estradas do país.


Ora, nós já sabemos que muita coisa não funciona como deve ser, mas, se as afirmações alegadamente proferidas, nem merecem o meu comentário, não sei realmente o que é que essa cada vez maior fauna de "Jornalisteiros" Lusitanos andam a fazer por esse país fora!!!


É que neste momento, apenas se limitam a mastigar e cuspir o que lhes dizem (ou lêm) sem qualquer sentido de análise, espirito crítico, ou raciocínio....estas im, características intrínsecas aos Jornalistas, raça entretanto em vias de Extinção, mas sem direito a protecção da ONU!


Como é possível não ser questionado imediatamente, ao referido emissor das afirmações atrás descritas, qualquer coisa como:

- " E se nos últimos dias tivesse assistido a alguns acidentes com cidadãos Africanos, seria, a cada vez maior emissão de cartas a estes cidadãos o motivo da alta nos acidentes? ... ou ainda... será que o facto de as estradas Portuguesas estarem, como é habitual em Agosto, apinhadas de emigrantes (que praticamente só conduzem nesta altura do ano) também estar relacionado??? ... ou ainda, será que o facto de em Agosto, haver bailaricos por tudo quanto é terriola, e demasiado alcool por essas estradas fora, alcool esse que não é detectado pelos radares de velocidade.... será que isso terá alguma influência???? ou será mesmo que os malandros dos Motards/motoqueiros/malucos das motas só pegam nas motas em Agosto para se rebentarem contra os muros mais próximos???"
... é que se é para especularmos, o que não falta são caminhos para seguir......


A minha pergunta aos referidos S.res Jornalisteiros, é.... E os S.res....pagam-vos para quê afinal??? para se limitarem a escrever sem pensar, sem perguntar, sem investigar??? Para isso foi criado há muitos anos atrás a profissão de "Datilógrafo".... foi nisso que se tornaram??



O engraçado é que ainda há uns tempos tinha aparecido outra notícia igualmente bizarra:


Descobriu-se que no troço do final da A4, já junto à fronteira, as médias das velocidade estão muito acima do limite permitido!

Perante este facto, as autoridades vieram logo dizer que iriam colocar mais Radares nessa zona (€€€€€) pois era um comportamento intolerável!


O que me irrita nesta história, é ninguém ter peguntado:

- "Mas... como é que explica o facto de no troço onde não há radares, e com velocidades tão elevadas não há praticamente nenhum acidente, ao passo que a zona apinhada de radares dissimulados (A4 a chegar ao Porto) é uma das zonas de maior incidência nos acidentes rodoviários.... Será que a proliferação de radares camuflados afinal não tem qualquer efeito nos acidentes... aliás... será que não é inversamente proporcional ao do efeito nas receitas arrecadadas??? Será que os responsáveis não deveriam estar mais preocupados em baixar a sinistralidade, em vez de apenas se preocuparem com o aumento das receitas??"




Mesmo no mundo das revistas de motociclismo.... estas apenas servem de "montras" nas motas e acessórios, não contribuindo para colocar as questões pertinentes a quem devem. Não metendo o dedo na ferida e principalmente, Sem trazer à praça pública os assuntos que realmente interessam, agitando as águas para ver se este marasmo passa...

É que em corpo adormecido, não há dôr que faça mossa!


Aproveito também, para saudar os meus colegas de profissão, pois a curva para a esquerda na A4, antes da saída para Valongo (sentido Vila Real - Porto), tem um raio fantástico que permite velocidades na casa dos 120/140 km/h, em perfeita segurança.....

no entanto, os referidos iluminados, deram-lhe uma inclinação para o exterior!!!! Provavelmente porque nunca lá passam, imagino eu!


Assim, o que seria uma curva esplêndida e segura para quem paga para circular na AE, torna-se numa armadilha em dias de piso mais escorregadio.... tanto para motas como para carros... e contra esta incompetência, ainda acham que é com radares escondidos que se resolvem os problemas das estradas Lusitanas!!!!!


Nos manuais da escola, devem ter aprendido, como a generalidade dos Eng.ºs Projectistas que as curvas devem ser qualquer coisa do género:



Também, ao saír da A4 para a A3, directos ao porto, temos um viaduto em curva para a esquerda com piso que parece manteiga....está assim já desde as últimas "obras"no piso... assim ficou e assim parece que assim irá ficar.... quem conhece já sabe, quem não conhece, que tenha sorte!

domingo, 3 de agosto de 2008


Eficiência Energética de Edifícos

AbcBlogs

Site certificado
Voos baratos
voos baratos
voli low cost